Estamos de casa nova!

A página eletrônica da Prefeitura de Tamarana tem passado por um amplo processo de reformulação nas últimas semanas. Esse trabalho ainda não terminou, mas já há novidades. Uma delas é que o espaço passou a abrigar todas as notícias produzidas pela Assessoria de Comunicação do Executivo local.

Diante disso, foram encerradas as atividades do Comunica Tamarana, já que, antes da reconstrução do endereço eletrônico da administração municipal, o principal intuito do blog era veicular as produções jornalísticas da prefeitura.

COMPUTADOR 004

Fica o convite para que você visite nossa nova casa digital. A página ganhou mais conteúdo, tem uma série de informações de utilidade pública e também há muita prestação de serviço aos cidadãos tamaranenses.

Acesse http://www.tamarana.pr.gov.br – e não deixe de opinar sobre o que gostaria de ver por lá!

Anúncios

Ano letivo começa com novidades em Tamarana

O ano letivo na rede municipal de educação de Tamarana teve início na última segunda-feira (5) com duas novas iniciativas já em fase de implantação. A primeira delas é a ampliação do material de ensino complementar para os estudantes do 4º ano das escolas do município. A utilização do material começou em 2017, com os alunos do ensino infantil ao 3º ano.

MATERIAL COMPLEMENTAR TAMARANA.JPG

Assim como no último ano, o Grupo Expoente será o responsável por fornecer os livros e prestar todo o apoio pedagógico ao trabalho em sala de aula. A empresa foi a vencedora da nova licitação lançada pela Prefeitura de Tamarana para a prestação do serviço, em um investimento de R$ 411.849,00 por parte da administração municipal. “Para o ano que vem, a nossa expectativa é atender toda a rede, até o 5º ano”, projetou a secretária municipal de Educação, Maisa Nakata.

A segunda novidade é o início das atividades do Programa A União Faz a Vida, da Sicredi Agroempresarial, para os mais de mil alunos da rede municipal de educação (inclusive do CEI filantrópico Vinde a Mim). A iniciativa é resultado de uma parceria firmada entre a Secretaria de Educação e a instituição para os próximos cinco anos.

“Nosso objetivo é colaborar com a educação para que as crianças se tornem cidadãos mais cooperativos e menos individualistas”, contou o Assessor de Comunicação, Marketing e Programas Sociais da Superintendência Regional da Sicredi Agroempresarial, Thiago Augusto Pereira. Ele também explicou que o programa fomenta a participação dos pais e toda a comunidade no desenvolvimento das atividades dos estudantes.

Antes do começo das aulas, 87 professores da rede municipal passaram por dois dias de formação sobre o Programa A União Faz a Vida. A prática foi realizada na Escola Municipal Professora Iracema Torres Rochedo. “O professor pode trabalhar qualquer assunto do seu currículo com a metodologia do programa. Temos exemplos de outros municípios de como o União Faz a Vida mudou a realidade escolar no dia a dia”, concluiu Thiago Augusto Pereira.

002.JPGDocentes durante formação para o Programa A União Faz a Vida

Tamarana tem segunda turma de ensino superior público em menos de um ano

Os 19 candidatos de Tamarana aprovados no vestibular para Tecnologia em Gestão Pública realizado em diferentes cidades do Paraná no último semestre assistiram à aula inaugural da graduação à distância no início da noite desta segunda-feira (5). O curso é ministrado pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) e já começa efetivamente nesta semana – com duração de dois anos.

016.JPG

Em todo o Paraná, são mais de 1,6 mil estudantes matriculados na graduação. A iniciativa é possível em virtude de uma parceria entre a Universidade Virtual do Paraná (UVPR), Universidade Aberta do Brasil (UAB), Unicentro, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Secretaria estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, prefeituras municipais, entre outros órgãos.

003

O grupo de universitários é formado por agentes públicos que atuam no município. Além do novo curso, o Polo da Universidade Aberta do Brasil em Tamarana conta com uma turma de Letras Português/Inglês da UEM cujas aulas tiveram início em abril de 2017.

Segundo a coordenadora do Polo da UAB em Tamarana, Andréia Rocha Gonçalves, a Secretaria municipal de Educação está em busca de mais cursos para a cidade. “Pelo que soubemos em uma reunião que tivemos em Curitiba, neste ano será aberto um novo edital pela Capes [Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior]. Nós dependemos disso para conseguirmos outros cursos”, contou ela.

Além disso, o próprio polo lançou um questionário virtual para apurar com mais precisão quais são as demandas dos munícipes em relação ao ensino superior. “Temos feito uma pesquisa para ver por quais cursos a população tem interesse para, então, apresentar isso para as universidades”, explicou a coordenadora. Os tamaranenses podem responder o questionário ao acessar este link por meio de uma conta do Google. A Secretaria de Educação também está à disposição para dar mais detalhes sobre o levantamento. O telefone da pasta é o 3398-1990.

Veteranos do futebol brasileiro disputam amistoso em Tamarana

Atletas consagrados do futebol brasileiro marcaram presença em Tamarana na tarde do último sábado (3). O zagueiro Marinho, o meia-atacante Tupãzinho e o atacante Paulo Nunes (entre outros boleiros do passado) estiveram no Estádio Municipal Prefeito Edison Siena para defender o selecionado de Masters do Brasil, em amistoso festivo contra os Amigos de Tamarana.

No placar final, 6 x 4 para o time do trio de “monstros sagrados”, mas o que valeu mesmo foi a celebração em torno da presença dos craques, que esbanjaram simpatia ao atender os fãs tamaranenses e também teceram muitos elogios ao gramado do estádio local.

As imagens contam mais sobre o evento:

029.JPGMasters do Brasil

008Amigos de Tamarana

022O diretor de Esportes de Tamarana, Juninho Bittencourt, com Tupãzinho e Paulo Nunes

046O vice-prefeito de Tamarana, Sérgio Nakata (ao centro), também disputou a partida

055.JPGO gramado do Estádio Municipal Prefeito Edison Siena foi bastante elogiado

Reposição salarial para servidores do município foi de 2,95%

Os salários de janeiro de 2018 dos servidores efetivos da Prefeitura de Tamarana já foram pagos com reposição de 2,95%. O percentual está de acordo com a inflação oficial acumulada de janeiro a dezembro de 2017, que é medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Por outro lado, os vencimentos dos comissionados da administração municipal não foram alterados. Em 2017, o funcionalismo público municipal teve recomposição 8%, com aumento real de 1,71%.

003.jpg

Durante as últimas semanas, o Executivo teve uma série de reuniões com o sindicato que representa os servidores. Ao longo das negociações, foi explicado que, devido ao fato de o montante de despesas com pessoal do município se encontrar em 53,03% (patamar final acumulado de janeiro a dezembro do último ano), os salários teriam de ser elevados conforme a inflação. Esse índice atesta que as despesas com folha de pagamento já se encontram no limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, sendo que o limite máximo é de 54%.

“Estamos no limite prudencial de despesas com folha de pagamento e, por isso, desde a primeira reunião com o sindicato, já havíamos dito que iríamos trabalhar com base na inflação medida pelo IPCA, que é o índice oficial do Brasil”, esclareceu a secretária de Fazenda de Tamarana, Bruna Silva Miranda.

O prefeito Beto Siena observou que, em diversas prefeituras, já se sabe que os salários não terão nenhum tipo de reposição. “O município concedeu aquilo que está dentro das suas condições financeiras. Não podemos deixar o funcionalismo ter perdas salariais por causa da inflação e, dentro do cenário nacional, serão poucas as prefeituras que vão conseguir pagar esse índice”, afirmou Beto.

Medidas em prática – A secretária de Fazenda disse que o município já espera ser alertado por parte do Tribunal de Contas do Paraná a respeito do índice de despesas com pessoal. Ao mesmo tempo, segundo Bruna Silva Miranda, a atual gestão tem executado medidas desde 2017 para equilibrar a folha de pagamento – sem causar prejuízos aos servidores ou à população. Uma das ações já colocadas em prática foi a transformação das secretarias de Assistência Social, Educação e Saúde em autarquias. “Com a folha de pagamento das autarquias fechada neste mês, vamos entrar com um processo junto à Previdência Social para solicitar a isenção do pagamento da contribuição patronal ao governo federal. Assim, calculamos poder retirar cerca de R$ 150 mil por mês do nosso índice de pessoal”, declarou ela.

Além disso, de acordo com Bruna Miranda, o trabalho pela redução de gastos com horas extras será ampliado em 2018 e, para aumentar as receitas, o Executivo irá propor projetos como a implantação da nota fiscal eletrônica de serviços em Tamarana. A secretária de Fazenda informou ainda que o Programação de Recuperação Fiscal realizado pela pasta entre novembro e dezembro de 2017 resultou em arrecadação de R$ 84.478,05 para o município.

Em período de chuvas constantes, infestação de dengue volta a subir em Tamarana

O último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) realizado em Tamarana apontou que a taxa de incidência de focos do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya está em 2%. Ou seja, de cada 100 imóveis da cidade, há criadouros do bicho em dois deles. No LIRAa anterior, feito em novembro de 2017, o índice havia ficado em 0,8%. Ao mesmo tempo, em janeiro de 2017, a taxa era de 8,3%. O número considerado satisfatório pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de até 1%. Com isso, segundo o coordenador de Combate a Endemias do município, Guilherme Garcia, Tamarana se encontra em situação de médio risco em relação ao vetor.

LIRAA TAMARANA.JPG

Larvas do Aedes foram localizadas pelos agentes de endemias em todas as regiões da área urbana. Os profissionais coletaram os dados do LIRAa entre os dias sete e 13 de janeiro, em 236 imóveis. Para Garcia, o tempo quente e chuvoso contribuiu para a elevação da incidência de focos do mosquito. “O índice aumentou principalmente por causa da chuva, e isso não foi só em Tamarana. O LIRAa subiu em todos os municípios da 17ª Regional de Saúde que tenho notícia. Em alguns deles, a infestação passou de 10%”, observou.

O coordenador de Combate a Endemias destacou que toda a cidade deve continuar ativa na luta contra o Aedes aegypti. “A principal ação é mesmo a limpeza, tanto por parte do poder público quanto da população, que deve cuidar das áreas que são de sua responsabilidade, seja casas, comércios ou terrenos vazios”, disse Guilherme Garcia, que também informou que a maioria dos focos foi encontrada em pequenos depósitos móveis, como bebedouros de animais e resíduos domésticos que acumulam água. Enquanto isso, a Prefeitura de Tamarana já se articula para buscar executar um amplo mutirão de limpeza no município, que tem seis casos suspeitos de dengue em 2018.

Febre amarela – Guilherme Garcia lembrou ainda que o Aedes aegypti transmite a febre amarela em áreas urbanas e, embora não se saiba de casos nas últimas décadas, o combate ao mosquito não pode parar. “No Brasil, não se tem notícia da febre amarela urbana há muitos anos, mas estamos alertas. Se eliminarmos os criadouros do mosquito, o problema diminui ainda mais”. Vale lembrar que, em áreas silvestres, a febre amarela é contraída através da picada dos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes. Os macacos não transmitem a doença ao ser humano.

A vacina contra febre amarela é aplicada somente uma vez em vida e tem como público-alvo crianças a partir dos 9 meses até adultos com 59 anos, 11 meses e 29 dias (ou seja, 60 anos incompletos). Gestantes, lactantes e idosos são orientados a não tomá-la, mas, caso se desloquem para área de risco, podem ser imunizados após autorização médica. A dose está disponível em todas as unidades básicas de saúde de Tamarana. Outras medidas que ajudam a prevenir contra os mosquitos transmissores são o uso de repelentes, roupas que cubram todo o corpo e mosquiteiros.

Candidatos já podem consultar locais de prova de concurso para procurador

Os 117 candidatos que tiveram suas inscrições homologadas no concurso público para procurador jurídico da Prefeitura de Tamarana já podem verificar o local onde irão realizar as provas objetiva e prática processual. A consulta está liberada desde a última sexta-feira (26) e é feita por meio da página do Instituto UniFil. Por ali, é possível imprimir o cartão do local de prova, no qual constam informações como o endereço da escola e a sala onde os testes serão aplicados.

CONCURSO PÚBLICO 003

As avaliações estão marcadas para 18 de fevereiro e irão ocorrer em Tamarana. Os portões serão abertos às 8h e fechados às 8h45, sendo que as provas terão início às 9h. O resultado dessa etapa está previsto para ser divulgado em 15 de março. Em seguida, haverá convocação para a prova de títulos. Já o resultado final tem previsão de ser publicado em 25 de abril.

O certame oferece uma vaga. A jornada do cargo é de 20 horas semanais para uma remuneração de R$ 2.486,10. O concurso é válido por dois anos – e pode ser renovado pelo mesmo período.

Secretaria de Saúde orienta população de Tamarana a manter vacinas atualizadas

Estar com as vacinas em dia é uma atitude que deve ser seguida por toda a população, independente da idade. Por isso, para reforçar a importância de se proteger contra as mais diferentes doenças, a Secretaria de Saúde de Tamarana pede que os munícipes verifiquem rotineiramente seu cartão de vacinação. O recado também vale para os adultos, já que há uma série de doses que esse público precisa tomar – entre elas, as vacinas contra o tétano, hepatite B e a tríplice viral (que protege contra caxumba, sarampo e rubéola). “Caso o indivíduo venha a se expor a alguma condição de risco, o recomendado é se vacinar 10 dias antes disso”, contou a enfermeira da coordenação do Programa Nacional de Imunizações em Tamarana, Verinha Caetano.

VACINA GRIPE 003

Febre amarela – A enfermeira frisou que a vacina contra a febre amarela só tem de ser tomada uma vez em vida. Portanto, quem já se imunizou não necessita de nova dose. A vacina é recomendada para crianças a partir dos 9 meses até adultos com 59 anos, 11 meses e 29 dias (ou seja, 60 anos incompletos). Gestantes, lactantes e idosos são orientados a não tomá-la, mas, caso se desloquem para área de risco, podem ser imunizados após autorização médica. “Quem tem o hábito de acampar precisa verificar se o cartão de vacinação está atualizado”, completou Verinha Caetano. Conforme a Secretaria estadual da Saúde, o último caso de febre amarela autóctone (contraído no próprio estado) confirmado no Paraná foi em 2008, em Laranjal, na região central. Já o último óbito autóctone ocorreu no mesmo ano, também em Laranjal.

Além disso, as autoridades da Saúde ressaltam que os macacos não transmitem febre amarela para os seres humanos. A violência contra esses animais, inclusive, é crime ambiental e pode gerar detenção de seis meses a um ano, além de multa. Todavia, casos de macacos que porventura tenham sido encontrados mortos devem ser informados de imediato pela população para a Vigilância Sanitária de Tamarana. O órgão, que fica na Rua Evaristo Camargo, número 245, atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. O telefone é o 3398-1982.

Locais de vacinação – Na zona urbana de Tamarana, as unidades básicas de saúde do Centro (3398-1893) e do Jardim Juny (3398-1987) ficam de portas abertas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para atualizar as vacinas de toda a população. Na zona rural, a vacinação é realizada em dias específicos: no Assentamento Mandassaia, toda primeira segunda-feira do mês (9h-12h); no Bairro dos Moreiras, toda última quarta-feira do mês (9h-11h30); no Bairro Serraria, toda primeira quinta-feira do mês (9h-14h) e, por fim, no posto do Assentamento Água da Prata (Incrão), toda primeira sexta-feira do mês (9h-13h).

Copinha Tamarana de Futsal está com inscrições abertas

Já começou o calendário esportivo do município em 2018: estão abertas as inscrições gratuitas na Copinha Tamarana de Futsal, que terá as categorias masculinas sub-9, sub-13 e sub-15. A bola irá rolar a partir das 19h do dia 17 de fevereiro. Os jogos serão na quadra do Centro Social da cidade. A garotada pode inscrever seus times até na véspera do início do torneio. A organização é da Diretoria municipal de Esportes.

FUTSAL 002

As crianças que já treinam no Projeto Desenvolver e Aprender – realizado de forma voluntária em Tamarana pelo professor de Educação Física Antonio Marcos da Silva – devem inscrever suas equipes diretamente com o docente. Quem não participa da iniciativa tem de procurar o diretor de Esportes, Juninho Bittencourt, por meio dos telefones 9 9992-0609 / 3398-1990, ou na Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (Rua Ubaldino de Sá Bittencourt, 238).

De acordo com o diretor, a competição também poderá despertar o interesse de mais meninos e meninas pelo Projeto Desenvolver e Aprender, que começou em Tamarana durante novembro do último ano. “A procura pela escolinha foi boa e, com o campeonato, mais crianças podem ser incentivadas a participar das aulas”, afirmou Juninho Bittencourt. “Quero pedir aos pais dos garotos que nos ajudem a fazer um campeonato bem bacana”, complementou ele.

Construção de novo CMEI em Tamarana está em ritmo acelerado

O prefeito de Tamarana, Beto Siena, e os secretários de Obras, Antonio Manoel Gonçalves (Pombo), e de Educação, Maisa Nakata, vistoriaram nesta quarta-feira (17) a obra de um novo Centro Municipal de Educação Infantil que será instalado entre o Conjunto das Flores e o Jardim Europa. Servidores da Educação e o presidente da Câmara de Vereadores, Tega Fabiano, também participaram da visita.

CMEI TAMARANA - 001.JPG

A construção tem término previsto para maio deste ano. O prédio irá custar R$ 1.267.584,71. Os recursos vêm do Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A Prefeitura de Tamarana é responsável por uma contrapartida de R$ 183.649,74. A aquisição de mobiliário (R$ 138.651,74) e brinquedos (R$ 19.937,56) também será feita através do FNDE.

“É uma obra que vem ao encontro do anseio da população, porque a demanda pela educação infantil tem crescido cada vez mais”, comentou o prefeito de Tamarana, Beto Siena, que também agradeceu ao deputado federal Alex Canziani por ter intermediado a vinda da unidade para a cidade. “Fiquei surpresa porque, mesmo com as chuvas, houve uma grande evolução da obra”, destacou a secretária de Educação do município, Maisa Nakata.

O trabalho é executado pela Nova Construtora, que atualmente mantém sete trabalhadores no local. O coordenador de Obras da empresa, Andreyl Zandonadi, informou que, se os repasses do governo federal continuarem em dia, a construção seguirá em ritmo célere. “A chuva tem atrapalhado um pouco, mas agora a obra está entrando na fase final, que é de acabamento e limpeza. Em [um prazo de] 30 a 45 dias, pretendo começar a pintura externa”, projetou ele.

CMEI TAMARANA - 002.JPG

O contrato com a empreiteira foi assinado em maio de 2016, porém, de acordo com o próprio coordenador de Obras, foi a partir de 2017 que a iniciativa ingressou no ritmo adequado, já que, anteriormente, o sistema do FNDE não era alimentado como deveria e, por isso, havia atraso na liberação de verbas por parte do governo federal. “Quando o Beto assumiu [como prefeito de Tamarana], a obra mudou completamente e começou a ter um bom andamento”, afirmou Andreyl Zandonadi.

Serão seis salas de aula na unidade, com capacidade para atender até 188 alunos de zero a cinco anos em turnos parciais ou 94 em período integral. Conforme a secretária de Educação, o novo CMEI dará conta da maior parte da demanda dos munícipes por vagas na educação infantil – principalmente em relação ao público formado por crianças de quatro e cinco anos. Pela estimativa da secretaria, as atividades têm início a partir de 2019.

004.JPG

Volta às aulas – Enquanto isso, a Educação se prepara para a volta às aulas na rede municipal de ensino de Tamarana, que está marcada para cinco de fevereiro. “Já estamos trabalhando intensamente na secretaria desde o dia oito de janeiro, porque temos vários projetos para desenvolver no município”, contou Maisa Nakata.

As secretarias das escolas reiniciarão suas atividades em 22 de janeiro. Já os professores retornarão ao trabalho uma semana depois, no dia 29. “Na volta às aulas, o transporte escolar já vai estar correndo normalmente. Nessas primeiras semanas, temos feito a manutenção nos ônibus do município para oferecer um transporte de ainda melhor qualidade e segurança para os estudantes de Tamarana”, assegurou a secretária de Educação.